quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Vereador Propõe que novo presidente da Câmara Municipal de Sena Madureira seja escolhido pelo voto Popular

A indicação de nº. 008/2010 que pede que o novo presidente da câmara municipal seja escolhido através do voto popular foi apresentada na sessão desta terça-feira (6), pelo vereador Zenil Chaves (PPS) e se depender da vontade do parlamentar o novo presidente da câmara que pode vir a assumir também a prefeitura da cidade será escolhido pela própria população. Para isso o vereador propôs que a câmara possa contratar um instituto de pesquisa para elaboração e realização da pesquisa que tem por objetivo colocar o nome dos vereadores para que a comunidade decida quem será o novo líder do legislativo mirim do município.

O parlamentar sugere que a pesquisa seja feita na cidade e também na zona rural e que pelo menos 300 pessoas sejam entrevistadas. Assim pela lógica, o vereador mais bem votado assume a presidência da câmara.

Na sua justificativa, Zenil defendeu que a eleição da mesa diretora desse ano vai sim refletir diretamente na administração municipal, já que segundo ele até o momento nenhuma posição foi tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, com relação a situação política de Sena Madureira com isso o próximo presidente eleito deve assumir o cargo de prefeito interinamente. "Acredito que para garantir o desenvolvimento da cidade e o bem está da população a comunidade deve ser consultada e sua vontade ratificada pelo legislativo,” finalizou Zenil.

Mais sua ousada indicação foi mais além e causou posicionamentos divergentes entre os vereadores entre eles está Josandro Cavalcante (PSDB), que assim como Zenil integra o bloco de oposição na câmara, mas considerou que o pedido não pode ir adiante porque esbarra contra as regras do regimento interno da câmara e na lei orgânica do município. "Os documentos estabelecem que a eleição da mesa diretora é uma atribuição privativa dos vereadores, não podemos ir contra o regimento interno da casa" Complementou o parlamentar .

Já o vereador Raimundo Nascimento “Dinho Nascimento do (PT)”, 1° secretário da câmara, salientou que baseado na lei orgânica e no regimento interno da casa não encontra amparo legal para a efetivação do pedido apresentado por Zenil Chaves. "O novo presidente será escolhido realmente pelos vereadores, já que foram escolhidos pelo voto popular para representar a população, para irmos contra a lei precisamos mudar o regimento interno da câmara e isso requer tempo,” Explicou o Petista.

Desta forma, a composição da nova mesa diretora da câmara municipal será conhecida no próximo dia 21, em uma sessão que acontecerá em praça pública e decidirá o novo presidente que pode assumir a prefeitura da cidade.

Gladys Mirian

Nenhum comentário:

Postar um comentário