quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Estudo Afirma ter caso com Chefe Pode Alavancar Carreira

Em muitas empresas, há sempre a desconfiança de que tal funcionário conseguiu aquela tão cobiçada promoção porque dormiu com o chefe ou teve algum tipo de envolvimento amoroso com ele. A história é tão comum e antiga que já virou piada e deu origem a expressões como "teste do sofá".

Agora um estudo americano realizado pela U.S. Centre for Work-Life Policy (centro de relações do trabalho) divulgou números que confirmam essas histórias e assustam.

Segundo reportagem especial do site inglês Mail Online, 37% dos trabalhadores, nos Estados Unidos, afirmaram que, de acordo com suas experiências pessoais, todos que já dormiram com seus superiores tiveram algum tipo de vantagem em seus trabalhos.

Mesmo correndo o risco de arruinar um casamento ou perder o respeito de seus colegas de trabalho, muitos acabam apostando em ter um caso com o chefe. Entre as mulheres americanas, o estudo indica que elas dificilmente conseguem um cargo de chefia a não ser que encontrem alguém que as "patrocine".

34% das mulheres com cargo de chefia afirmaram que conheciam ou conhecem alguma colega também mulher que já dormiu com o chefe. E 15% delas confessaram que elas mesmas já se deitaram com o superior para conseguir uma promoção ou até aumento de salário.

O estudo ainda indica que, em termos de reputação e moral, 61% dos homens e 70% das mulheres perdem o respeito por um superior que já se envolveu em um caso amoroso com um funcionário.

Outros dados foram divulgados: 60% dos homens e 65% das mulheres dentro de uma empresa desconfiam que aumentos de salário e promoções são um indício de favores sexuais.

E quando elas descobrem de fato, poucas têm simpatia pelo ocorrido. 48% dos homens e 56% das mulheres sentem algum tipo de animosidade em relação ao casal envolvido.

Fonte:

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário