segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

O que pode levar uma pessoa a trair?

Na maioria das vezes, a traição acontece quando o relacionamento não atinge mais as expectativas. A pessoa trai porque está em busca de algo mais que a relação não esta oferecendo. É nessa fase que o diálogo entre o casal quase não existe.A pessoa que trai busca uma saída, uma solução, aparentemente mais fácil. Existem muitas razões para a traição: questões culturais, a busca pelo novo, carências, insatisfação, vingança devido à sensação de estar sendo traído, ou mesmo pela sensação de poder. As mulheres que são traídas aceitam e lidam melhor com a traição por dependência emocional e até mesmo financeira. Por medo de ficarem sozinhas, quando as mulheres descobrem a traição, tendem a esconder a dor e adotar uma postura de “mãe compreensiva” e perdoam, mesmo que tenham brigado antes. Essa atitude pode provocar no parceiro que traiu um sentimento maior de dor e remorso. Aliás, podemos verificar na maioria das pessoas que traem esse sentimento de culpa, que pode ou não causar dor.
Os homens quando são traídos fazem o possível para fingir que não sabem, pois, se souberem, terão que tomar uma atitude perante a sociedade que aceita e justifica muito mais a traição masculina do que a feminina. Pode-se dizer que as mulheres brigam e os homens se envergonham. É muito difícil suportar a infidelidade, a dor de ser traído, de ser enganado. Por isso, há a dificuldade de perdoar e superar o ocorrido. As relações que têm traições possuem algumas características em comum, a mais frequente é o “tédio” do casamento ou da relação; outra seria a falta de comunicação, quando o casal mal se fala, apenas trocam monossílabas. E a principal é o desinteresse sexual, a falta de tesão mesmo.

As traições se devem a essa nova realidade: onde as pessoas ficam sem compromisso? Freud estava certo. O pai da Psicanálise escreveu que existe uma grande dificuldade no ser humano em integrar a sexualidade ao resto de sua vida, ao casamento e ao amor. Para muitas pessoas parece até que a vida se resume nessa questão: “Trair ou ser Traído”. Atualmente, a situação de “ficar”, de não ter compromisso, só vem a reforçar e a estimular esse comportamento. Vale a pena continuar o namoro após uma traição? Diante da constatação da traição, vale a pena, antes de tomar uma medida precipitada, de ter uma crise nervosa, conversar com o parceiro e esclarecer toda a situação. Se a traição aconteceu, é porque algo não vai bem na relação, está faltando alguma coisa.

A pessoa traída não deve nesse momento se sentir culpada e nem vítima da situação. O mais importante agora é descobrir o que levou o seu companheiro a agir dessa maneira. Escute o que ele tem a dizer e faça uma avaliação da situação, se vale à pena continuar ou não. É muito difícil perdoar uma traição. Perdoar ou não depende de cada pessoa ou do tipo de relação que existe. Caso a decisão seja por perdoar e continuar o namoro, não relembre o assunto a cada discussão. Usar a traição sempre como arma em outras discussões só trará estresse e desgaste para a relação. Perdoar é esquecer. Se não houve esquecimento, não houve perdão.

Então, o melhor a fazer é terminar o relacionamento. Homem trai mais que mulher? Por quê? O que acontece é que os homens idealizam a mulher perfeita em todos os aspectos, e as mulheres desejam um hom
em que as ame, apóie e as ajude, colocando assim muita expectativa na relação o que pode gerar muita frustração e decepção, facilitando a traição. Homens e mulheres lidam com a questão da traição de formas distintas.
De uma forma geral o homem trai mais. Pode ser por questões ligadas ao sexo, por uma forte atração física, uma oportunidade inesperada e imperdível ou até mesmo por puro exercício de masculinidade.
Em uma sociedade predominantemente machista, os homens são educados para não desperdiçarem nenhuma oportunidade, provando assim que são capazes de seduzir qualquer mulher. Por estes aspectos é que podemos dizer que geralmente a traição masculina não está ligada ao amor, raramente tem relação com questões afetivas e emocionais.
No entanto a mulher quando trai, é por que de alguma forma a relação não vai bem, não a satisfaz, a motivação para a traição está mais ligada ao amor e ao afeto. Pode também haver a traição por vingança, por sentir que está sendo passada para trás. Como evitar uma traição? Não existe uma receita, uma formula, o ponto principal é evitar o tédio e a rotina, mantendo a chama do amor e do interesse sexual. O dialogo é muito importante, falar principalmente sobre as dificuldade e divergências, não permitindo assim o acumulo de magoas, ressentimentos e frustrações.

Qual é a melhor companhia nessa situação?

Nesses momentos nada como um ombro amigo, alguém em que você confia. Mas muitas vezes, quando se trata de superar uma infidelidade, ou até mesmo uma dor muito grande gerada pela perda do parceiro,é melhor buscar ajuda profissional do que os conselhos de um amigo. Um psicólogo, através da terapia, poderá proporcionar as condições, os recursos, a neutralidade e a experiência necessárias para superar o problema.

A verdade e que quando existe um amor verdadeiro as pessoas se completam e a traição não é necessária, pessoas que se amam

3 comentários:

  1. só sei que aceitar uma traição e difícil demais não sei quando vou aceitar tudo isso.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente não sei o que me levou a trair a pessoa que mais amava... Joguei fora o meu casamento e a minha vida. Me sinto o pior dos mortais e infelizmente não tenho como voltar o tempo para reparar isso... A dor do arrependimento é terrível e não sei como fui deixar isso acontecer... Obrigado pela ajuda.

    ResponderExcluir